A França planeja pavimentar cerca de 1.000 quilômetros de suas estradas com painéis solares nos próximos cinco anos utilizando energia solar!

A iniciativa irá fornecer energia para o sistema elétrico do país, atendendo de 1 milhão a 5 milhões de pessoas (a população francesa é de 66 milhões) e também será útil para regiões onde não há energia elétrica das concessionárias, para clientes ou placas de sinalização. O projeto já foi sancionado pela Agência do Meio Ambiente e Gestão de Energia da França.

Chamados de Wattway, os painéis têm apenas 7 mm de espessura por 15 cm de largura e tem o mesmo coeficiente de atrito do asfalto comum. Eles são feitos com silício policristalino, que podem transformar energia solar em eletricidade e são altamente duráveis, resistindo ao tráfego pesado de carros e caminhões. Também entregam mais aderência aos pneus dos carros, reduzindo assim os riscos de derrapagem e de acidentes.

Joachim Bertrand / Colas

 

Os painéis, à prova de chuva, serão instalados sobre o asfalto já existente e podem durar em média 10 anos nas rodovias e alcançar até 20 anos em locais com pouco tráfego, como estacionamentos.

 A ideia é resultado de cinco anos de pesquisa entre a empresa francesa de construção de estradas Colas e do Instituto Nacional de Energia Solar francês.

 A agência francesa informa ainda que são necessários apenas quatro metros de painel para suprir todas as necessidades elétricas de uma casa, exceto aquecimento de água e ambiente. Já 1 km de Wattway é capaz de fornecer eletricidade para alimentar a iluminação pública em uma cidade com 5 mil habitantes. Os testes finais começam em abril.

 

 

 

  

O conceito de estradas solares não é nova. A SolaRoad foi a primeira via no mundo a utilizar a tecnologia. Ela está em operação desde novembro de 2014 na Holanda em uma ciclovia e já está gerando mais potência que a previsão inicial.

 

A SolarRoad funciona desde novembro de 2014 numa ciclovia da Holanda:

As estradas têm sido apontadas como uma excelente maneira de aproveitar a energia solar. “Quando o sol brilha, elas são naturalmente expostas aos seus raios”, disse Jean-Lic Gautier, técnico da Colas.